Neide de Oscar (uma das primeiras telefonistas)
Foto de 1986, cedida pela mesma
Mil novecentos e oitenta e seis (1986). Num dia como o de hoje a TELERN de Córrego de São Mateus começava a realizar ligações. Infelizmente as primeiras notícias que saíram da TELERN não foram tão felizes mas, a partir deste dia todos podiam se comunicar com seus parentes via telefone.

A TELERN de Córrego foi inaugurada em abril de 1986, porém apenas recebia ligações. Mas esses 7 meses foram de muita alegria para a comunidade, que agora poderia conversar com seus parentes que estavam distantes.
Lúcia de Leonel (Uma das primeiras telefonistas
Foto cedida pela família
Em 06 de novembro de 1986, a TELERN passava a realizar chamadas. Conversando com uma das primeiras funcionárias da TELERN, mas conhecida por Neide de Oscar, ela lembrou: Nunca vou esquecer o dia em que a TELERN passou a realizar ligações. Foi assim:

Torre da TELERN em Córrego
Foto: Juciê Gomes
"Cheguei na TELERN antes das duas horas da tarde. Naquele dia, fazia pouco tempo que Lula de Glória (Luiz Eugênio de Souza) havia morrido em um acidente, na curva de Zé Neto. Era tanta gente no meio da rua pra saber o que estava acontecendo. O povo queria passar a notícia para frente e não tinha como. Enquanto eu estava varrendo a TELERN, para abrir as duas horas, o telefone tocou e a mensagem que recebi foi de que a partir daquele dia a TELERN poderia realizar chamadas locais e DDD. Mandei o mensageiro sair avisando e naquela tarde o telefone não parou".
Prédio da TELERN em Córrego
Foto: Juciê Gomes
A TELERN tinha a sala da telefonista, a cabine, um banheiro e um pequeno vão onde se colocavam os aparelhos de transferência de dados.

A TELERN funcionava das 8hs as 12hs, das 14 até as 22hs, todos os dias da semana. Quando alguém ligava a telefonista pedia um tempo para os mensageiros ir a pé ou de bicicleta chamar a pessoa.
Prédio da TELERN em Córrego
Foto: Juciê Gomes
Quando alguém queria ligar para um parente a telefonista discava o número e quando a pessoa atendia ela começava a contar o tempo em um relógio. A pessoa ficava em uma cabina (com vedação acústica) para falar com a outra.
Telefonistas Nailde, Erionete, Tonha, Joelma, Ninha e Denise
Fotos do Facebook
Trabalharam na TELERN como telefonistas:
  • Neide de Oscar
  • Lúcia de Leonel
  • Ivone de Chico Gabriel
  • Tonha de Rosa
  • Erionete
  • Ninha de Jairo
  • Denise de Dival
  • Nailde de Leonel
  • Jacira e Joelma de Zé Gabriel
  • Edna de Crezo
  • Vanda de Maria Pereira
Mensageiros Jean e Danilo
Fotos do Facebook
Trabalharam na TELERN como mensageiros:
  • Jean
  • Chico de Nia
  • Danilo
  • Jucelino
  • Genivan
  • Joaby
  • Didi de Nevinha
  • Mauricio
Torre da TELERN em Córrego
Foto: Juciê Gomes

Prédio da TELERN em Córrego
Foto: Juciê Gomes

A TELERN foi desativada em meados da década de 90 em virtude da privatização da TELEBRÁS.

Postar um comentário

Josimara Moises disse... 8 de novembro de 2013 21:24

na epoca que eu ia na telespe era a neide de oscar

 
Top