A Escola Municipal Nossa Senhora do Perpétuo Socorro promoveu nesta quarta, dia 10, sua 1ª Mostra Artística e Literária. O evento teve o objetivo de destacar a produção dos alunos durante o ano de 2014.
Livretos com histórias de moradores do Córrego

Esse evento faz parte do calendário de eventos da Secretaria Municipal de Educação alusivo ao aniversário da cidade (11 de dezembro). A escola foi visitada pelo Secretário de Educação, Artur de Souza, Coordenador pedagógico, Severino Crisóstomo e equipe da secretaria de educação.
Artur de Souza visitando a exposição

Na exposição podia se ver que a escola investiu, não somente no apoio pedagógico, mas também em que os alunos tivessem a oportunidade de aprender a confeccionar alguns trabalhos artesanais, artísticos e literários.

ARTE
  • Restos de tábuas de quadros da escola foram utilizados pelos alunos para pintarem temas sugeridos pelos professores.
  • Uma turma de meninas foi orientada pela professora Claudinha na pintura de panos de prato.
  • Um grupo de alunos aprendeu a fazer peças com resina.
  • Belas telas foram pintadas pelos alunos retratando paisagens de sua comunidade.
  • Telhas ganharam vida com pinturas que retratam a comunidade.
ARTESANATO
  • Caixas de leite se transformaram em lindos porta-batons.
  • Garrafas de suco ganharam um toque especial.
  • Rolos de papel higiênico serviram para fazer uma linda árvore de natal.
LITERATURA
Segundo a coordenadora Marlene Ramos, a Secretaria de Educação lançou a proposta para que as escolas resgatassem e registrassem a história de suas comunidades. Na Mostra do Perpétuo foi exposto um material muito rico. A Escola montou o projeto Memórias Vivas que levou os alunos a conhecerem mais a cultura do Córrego de São Mateus. Após entrevistas com os moradores mais antigos os alunos foram orientados a confeccionarem livretos em formato de cordel registrando o que aprenderam.



Finalizando o evento, a banda do Mais educação desfilou pelas ruas tocando e chamando a atenção de todos. A Escola está realizando um trabalho de incentivo à música através do Programa Mais Educação e em pouco menos de 40 dias já tem uma bandinha de percussão.

O diretor da escola, Ivanaldo Inácio, disse está feliz em poder ver o quanto a escola está contribuindo para que os alunos possam não só aprender a ler e escrever mas também, quem sabe, uma futura profissão.

A professora Claudinha e alguns professores destacaram que antigamente as alunas aprendiam a fazer croché, tricô, bordado e tapetes de retalhos. "Nós estamos resgatando isso para que o aluno possa, quem sabe, ter uma renda".

Na ocasião os pais receberam o boletim anual com as notas de seus filhos e já aproveitavam para renovarem a matrícula para 2015.

Postar um comentário

 
Top