ASPECTOS SÓCIO-ECONÔMICOS

Dados do censo do IBGE 2014.1 dão conta de que a população de Boa Saúde é de 9.767 habitantes. Em 2010 a população era de 9.011 habitantes com um crescimento de 756 habitantes em quatro anos. Dos 9.011; 4.637 são do sexo masculino e 4.374 são do sexo feminino. A renda per capta chega a R$ 150,00.

A renda do município consiste no cultivo e beneficiamento da mandioca com uma produção anual de cerca de 5 mil toneladas. Ainda há o cultivo de feijão (45 toneladas), milho (70), banana (30), castanha de caju (90), manga (120) e coco (22 mil frutos).

Até a década de 90 o município era um dos maiores produtores de algodão, castanha de caju e mandioca. Devido a irregularidade das chuvas e ao aparecimento de pragas, as culturas de algodão e caju foram enfraquecendo levando os agricultores a buscarem outras alternativas. Como a mandioca é mais resistente essa cultura vem subsistindo, tornando-se a principal fonte de renda do município. Para se ter uma ideia, em Boa Saúde existe cerca de 40 casas de farinha. A maioria com seu funcionamento de terça a sábado, garantindo emprego para uma boa parcela da população. A maior produção concentra-se no Distrito de Córrego de São Mateus onde há oito casas de farinha.

Destacamos ainda o setor terciário, formado pelo funcionalismo público e os comerciantes.

Postar um comentário

 
Top