O dia de São José (19 de março) trouxe bastante esperança para o agricultor de Córrego de São Mateus. As chuvas se intensificaram do dia seis em diante. Hoje o tempo esteve nublado durante todo o dia, chovendo em vários horários.

Para os agricultores, se chover no dia de São José é porque o ano vai ser bom de chuva. Muita terra já está "cortada" e preparada para o plantio. Alguns agricultores já se anteciparam e, confiando nas chuvas que caíram, já plantaram e estão com a lavoura nascendo.
Em Timbauba, 2013
Em Córrego de São Mateus a maior parte das terras servem para o plantio da mandioca. Em apenas cerca de 20% se planta milho ou feijão. Durante muito tempo a cultura do algodão era uma das principais fontes de renda. Atualmente a mandioca tem tomado esse espaço. Só na comunidade Córrego existem oito casas de farinha das quais seis estão em pleno funcionamento. Essas casas de farinha geram em torno de 200 empregos. 
Forne de torrar farinha
Em Lagoa de Onça
Existem outros fatores que acendem ainda mais a esperança do homem do campo:
  • Se passaram quase três anos de estiagem severa.
  • O ano passado foi bom de chuva e os açudes estão cheios.
  • A crendice popular diz que os anos terminados em 4 são anos bons de chuva assim como foram os anos de 1954,1964,1974, 1984,1994 e 2004.
    Rua Luiz Francisco de Oliveira
    Março de 2014

Com toda essa esperança o agricultor de Córrego de São Mateus tira o chapéu e olha pro céu pedindo as benção do Pai criador... açoita o boi pra puxar a capinadeira e prepara o campo.
Homem lavrando o campo
Foto da internet

Postar um comentário

 
Top