Segundo o Conselho Tutelar, atualmente é grande o número de crianças e adolescentes entre 8 e 17 anos conduzindo veículos automotivos no município de Boa Saúde.

Na manhã desta sexta, 29 de maio, aconteceu na Câmara de Vereadores de Boa Saúde a 1ª Audiência pública sob o tema: Tráfego de crianças e adolescentes conduzindo veículos automotivos. A audiência foi uma solicitação do Conselho Tutelar sob a presidência de Ezio Honório. O evento contou com representantes de vários seguimentos e da sociedade civil.

O objetivo foi discutir o problema que vem crescendo e preocupando a cada ano: crianças conduzindo motos e carros sem a menor responsabilidade. Após a fala do Presidente da Câmara, Vereador Som do Povo, foi apresentado um vídeo sobre o problema. O mesmo foi produzido pelos alunos alunos do CCF - Centro de Convivência das Famílias. Em seguida o Sargento Pedro Valdevino, Comandante do Destacamento policial do município destacou as ações da polícia sobre o assunto dizendo que sem ajuda da comunidade não poderá fazer muita coisa. "Mas estou pronto para trabalhar para o bem de todos". Frisou Valdevino.

O Presidente do Conselho Tutelar, Ezio Honório alertou para o fato de que há alguns anos se via apenas menores entre 14 e 17 anos conduzindo porém hoje se ver crianças de oito anos pilotando e dirigindo.

O Secretário de Educação, Osvaldo Neto, defendeu que deve conter no currículo escolar ações que objetivem a conscientização sobre as leis e punições bem como um projeto que contribua para a diminuir e acabar com o problema.

A Vereadora Marilia citou a responsabilidade dos pais na educação dos filhos. "Que exemplo dá um pai que manda o filho menor de idade buscar o irmãozinho na escola". O momento ainda contou com a presença do Advogado Jubson Perez que explanou acerca da legislação que rege os direitos e deveres de quem conduz veículos automotivos bem como sobre as punições que podem ser aplicadas aos que infringem a lei.

Os presentes foram convidados a se reunirem em grupos e elaborar ações para a composição de um documento que será votado e aprovado pelo Legislativo e Executivo. Dentre algumas propostas citamos:
  • União dos órgãos públicos para a conscientização e divulgação da Lei, principalmente nas comunidades.
  • Parceria das Secretarias para o fortalecimento das ações.
  • Criação de uma Comissão de acompanhamento das ações no município.
Por fim a Vereadora Juliana agradeceu a todos por terem atendido ao convite para discutir melhorias e benefícios para a comunidade e o Vereador Som finalizou o evento convidando a todos para um lanche.

O site ESSE É O CÓRREGO se disponibilizou para divulgar as ações e tão logo a Lei esteja pronta e aprovada estará disponibilizando.






Postar um comentário

 
Top